Blog

Estressado? Descontar na comida pode ser uma boa!

O Estresse pode ser causado ou potencializado por uma má alimentação. Mas o contrário também acontece: o problema pode sumir diante de um cardápio saudável. Ainda assim, para acertar na dose, é preciso elaborar uma dieta com o especialista que sabe as necessidades de cada paciente. Segue uma lista de sugestões:

1) Leguminosas: leguminosas como feijão e ervilha são itens bons no combate ao estresse por apresentarem bons níveis de triptofano. Esse aminoácido ajuda na formação da serotonina, substância que induz o sentimento de bem-estar e felicidade.

2) Cereais: ricos em proteína magra, vitamina do complexo B, aminoácidos e vitaminas essenciais.

3) Banana: rica em triptofano, que ajuda na sensação de bem-estar, mas não é só isso. Ela também possui um tipo de proteína que é convertida em serotonina, no corpo, além de vitaminas do completo B e outros nutrientes, como o potássio.

4) Oleaginosas: Castanha-do-Pará, castanha-de-caju e amêndoas são sementes oleaginosas indicadas pela especialista para lutar contra o estresse pela alimentação.

5) Laticínios: Leite em pó e queijos brancos também têm nutrientes parecidos com os do supracitados.

6) Ovos: possuem proteína, vitaminas e aminoácidos que estimulam a produção de serotonina no organismo.

7) Carnes magras: frango, peru e peixes têm vitaminas e aminoácidos e, no caso dos peixes, ômega 3 que agem diretamente no humor e no controle das emoções.

8) Vitamina C: Morango, laranja, acerola, goiaba e abacaxi são exemplos.

9) Alho: tem muita vitamina B, C e aminoácidos, além de outros nutrientes que limpam as toxinas que impulsionam o estresse.

10) Chocolate com 70% de cacau – para combater o estresse só vale o amargo. Como é um doce antioxidante, nivela a pressão arterial e melhora a circulação sanguínea.

Compartilhe

Voltar para a página anteior Ir para a página inicial

Seja um Distribuidor